GreenNation

A sustentabilidade é uma atitude.

Colunistas

E o Green Nation faz 4 anos!


O CIMA (Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente) deu os primeiros passos para a consolidação do Green Nation há mais de 20 anos. Desde a Rio 92, nós tínhamos a clareza de que a questão ambiental e os temas que envolvem qualidade de vida seriam os motes propulsores da agenda educativa e cultural para o futuro.

Programas como o “A natureza da paisagem”, desenvolvidos em regiões brasileiras em parceria com o Banco Mundial e o Banco Interamericano e no qual obras de saneamento viriam a ser implantadas, o “Procel nas escolas”, o “Gente é pra brilhar” e o “EcoTrupe” formataram nossa atuação como organização social na conexão de ideias, atitudes, pensamentos e pessoas.

Muitos anos depois, em 2012, o Brasil pulsava sustentabilidade e o Green Nation ganharia sua primeira ação pública. Era o ano da Rio+20, das lideranças mundiais dialogando no Riocentro e do movimento social ocupando o Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro.

Foi o ano em que a primeira edição do evento aconteceu e colocou em pauta métodos inovadores articulando os princípios da educação com a prática da interatividade, da sensorialidade e da vivência de cenários que efetivamente colocam a pessoa no centro das transformações pequenas, grandes e médias visando à mudança do mundo - o meu, o seu e o nosso. Sentimentalismo a parte, foi este caldeirão diverso de ideias, inovações, conhecimentos e possibilidades que trouxe muito do que somos hoje.

E aí chegamos aos quatro anos desde aquele primeiro Green Nation, muito jovem como movimento social pulsante e com uma bagagem grande pelas décadas de experiências. Caminhamos para a terceira edição do festival, tendo realizado vários projetos estratégicos e diálogos em prol da sustentabilidade, com o site e o Facebook como aliados online na difusão da nossa causa e cheios de novidades para os próximos meses.

Já colocamos o chapéu e acendemos a vela do bolo, mas queremos dividir o desejo deste aniversário: reunir pessoas para a cocriação de um mundo novo de verdade. Que consigamos promover transformações e fazer a diferença. E, acima de tudo, que nossa paixão pela sustentabilidade em todos os sentidos continue contagiando tanta gente. Afinal, esse aniversário também é seu.


13 de abril de 2016

Marcos Didonet

Marcos Didonet

Geógrafo e produtor de cinema tem somado a cultura, a educação e o meio ambiente em vários projetos ao longo dos últimos trinta anos. É diretor do Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente (CIMA), organização que coordena diversas inici...

[+] Ver artigos deste colunista